Investigados: João e Lucélio na mira da PGR


Procedimento foi instaurado pela PGR por propaganda eleitoral antecipada

A Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba instaurou procedimento preparatório eleitoral para apurar suposta propaganda eleitoral antecipada por parte dos pré-candidatos ao governo do estado, João Azevedo (PSB) e Lucélio Cartaxo (PV).

De acordo com o Jornal da Paraíba, as portarias, assinadas pelo Procurador Regional Eleitoral da Paraíba, Victor Carvalho Veggi, foram publicadas no Diário Oficial do Ministério Público Federal (MPF) desta segunda-feira (23), disponibilizado na última sexta-feira (20).

A partir da publicação das portarias, a PGR terá o prazo de 60 dias para finalizar ou prorrogar o prazo para finalização das investigações.

Anterior Fábio Fernandes (nas redes), reflexão ou desabafo?
Próximo Temer troca três ministros por mês

Sem Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *