Jornalismo na veia. Por Lenilson Balla


O médico e empresário Alberto Saraiva, no livro 25 Verbos para Construir sua Vida, lembra que a crença no futuro determina como ele será – bom ou ruim -, dependendo do que acreditamos. Acreditar e sonhar vivem próximos, estão juntos. Um não sobrevive sem o outro. Com o acreditar, os sonhos brotam por todos os lados, multiplicam-se. Sem acreditar, de nada valem.

O que dá certo não é o nome ou o tipo de negócio, mas o conceito que o envolve. Pois bem, sonhando e contando histórias, inauguramos nesta quarta-feira (18) o “Blog Lenilson Balla”. Neste espaço vamos reunir opinião, notas e entrevistas nas áreas do cotidiano e política.

Uma das nossas propostas é trazer os bastidores e analisar os principais fatos. Nesse ponto de vista, o estilo blog deixa o autor solto, crítico e humanizado.

A participação do internauta também está garantida. Os textos ficarão abertos para comentários. Assim as notícias se transformarão em debates, além de aumentar o alcance da informação.

Acredito que as discursões serão cada vez mais diferentes. Não existe um ser humano igual ao outro, somos naturalmente diferentes em relação a vários aspectos. Apesar disso, com frequência atribuímos valores a essas diferenças que nos fazem rejeitá-las ou desejá-las.

Com entusiasmo ao jornalismo, no mundo opinativo, vamos contar tudo por aqui. Antes que seja questionado, é bom lembrar: a ética do jornalista é a ética do cidadão, dizia um grande jornalista brasileiro, Cláudio Abramo, principal responsável pela modernização de O Estado de S. Paulo e da Folha, nos anos 1960 e 70. Cada indivíduo tem sua construção cultural e ideológica. Não é diferente deste signatário.

Portanto, nada mais natural que tenha o jornalista os mesmos direitos do cidadão, aí incluído o de se expressar. Impedi-lo, sob um argumento contrário, de exercer seu direito de opinião e crítica é, no fim das contas, mais um desses sinais de decadência moral.

Contudo, compromisso firmado e jornalismo na veia. Informação e opinião. A tarefa é gratificante. Apaixonante. Espero a leitura de todos…

Bem vindos!

Anterior Wellington ataca companheiros da bancada federal
Próximo Família de Joaquim Barbosa é contra candidatura: “Não é a favor”

Sem Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *