Quem quer ser vice? Por Adriana Rodrigues


Até agora nenhuma das pré-candidaturas ao Governo do Estado indicou nomes para vaga de vice-governador.

O cargo que não é dos melhores – e a Paraíba tem dado exemplo disso quando nos últimos anos acompanhamos rompimentos entre prefeitos e vices; governadores e vices – aparentemente está difícil de preencher este ano.

Nenhum nome com mandato quer arriscar compor uma chapa sem a garantia de uma certa ‘autonomia’ dentro da gestão. E isso é difícil de garantir já que a palavra empenhada dentro da política não vale lá essas coisas.

Pelos menos duas pré-candidaturas, a de Lucélio Cartaxo e João Azevedo, já revelaram que querem nomes de Campina Grande, o segundo maior colégio eleitoral do Estado, para compor a chapa. E devem aceitar os convites os políticos sem mandatos, os que não tem nada a perder. É que o exemplo de Lígia Feliciano ainda está muito recente.

Anterior PT acusa PGR de irresponsável
Próximo Trabalho escravo financiou 10% dos deputados federais

Sem Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *